jump to navigation

Balada, o conto Segunda-feira, 7, Setembro, 2009

Posted by Samy in Puramente textos.
trackback

Márcia acordara às 19:30, depois de dormir durante toda a tarde devido ao remédio de cólica que tomara. Sentou na cama e a primeira coisa que viu foi uma pilha de papéis que ela tinha que ler . Ficou desanimada e deitou de volta na cama. Fechou os olhos e percebeu que não tinha mais sono. Abri os olhos e ficou encarando o teto branco por alguns instantes. Pensou um pouco na vida e teve vontade de ligar para alguém. Ela queria um abraço forte, um chamego, qualquer coisa. Deu-se conta de que precisava de um namorado. Tentou se lembrar do ultimo namorado, mas fazia tanto tempo. Depois de algum esforço lembrou se do Caio. ‘Por que mesmo terminei com ele? Ah, claro!’ Márcia até achava ele um cara legal, mas não consegui sentir nada por ele além de carinho. Ele também tinha a tendência de ser um pouco grudento, o que não seria tão ruim se o sentimento que ele tinha por ela fosse recíproco. ‘Meus Deus! Faz tanto tempo isso!’ Márcio não tinha se dado conta do tempo que passou solteira. Lembrou que ficou com um cara na balada há 3 meses, mas ele só queria curtição. Ela também não queria nada muito sério na época, mas o relacionamento aberto que ele propusera era um pouquinho demais mesmo pra ela que sempre se considerou uma pessoa de mente aberta.

Márcia resolveu sair para azarar uns gatinhos. Ligou para 3 amigas sem lembrar que todas estavam namorando, e por isso não toparam o programa. Quando já estava desistindo, lembrou-se da Cléia, uma amiga não tão próxima que não falava há algum tempo, mas sabia, pelo Orkut, que estava solteira. A Cléia topou. Márcia logo se animou. Tomou um banho bem quente, ligou o ar condicionado e parou, ainda de toalha, na frente do guarda-roupa. Não fazia ideia do que usar. Pensou em um vestido, mas como estava ‘naqueles dias’ preferia algo que a fizesse sentir mais segura, em todos os sentidos. Pensou na sua calça preta de couro, mas ela apertava demais e sua sensibilidade estava a mil. Resolveu usar o jeans que intitulava ‘jeans daqueles dias’. Ele não era muito bonito, mas pelo menos era confortável. Escolheu seu sutiã ‘segura tudo’, pois queria proveitar a única coisa boa de se ficar menstruada. Escolheu a blusa mais decotada que tinha e partiu para o banheiro. Hora da maquiagem. Olhou para o espelho e ficou com raiva das malditas espinhas que sempre apareciam naquela época. Pegou a maleta de maquiagem passou a base, foi generosa no corretivo, passou pacake, pó translúcido, pó bege e pó brozeante. Pensou alguns segundo no que faria nos olhos. Resolveu carregar bem nos olhos, pois seria com seu olhar sedutor que ganharia a noite. Apostou numa combinação de preto e prata nos olhos, mas deixou os lábios bem leves, pois achou o batom uma perda de tempo se a sua intenção era voltar pra casa sem ele. Continuou com a sombra iluminadora, delineador, lápis, rímel e blush. Colocou a chapinha para aquecer e foi escolher os brincos. Escolheu um brinco prateado bem grande, com colar e pulseira combinando. Passou a prancha no cabelo correndo,  pois a Cléia já havia chegado. Pegou a sandália mas alta que tinha e uma bolsa combinando. Colocou perfume e saiu apressada. Quando estava no elevador lembrou que se esqueceu de pegar um absorvente extra. Sentiu raiva por ter nascido mulher. Voltou ao seu apartamento pegou o absorvente, trocou de bolsa, colocou mais perfume e desceu.

No caminho retocou o pó e o lápis enquanto repassava com Cléia toda a estratégia de conquista da noite. Iriam para o barzinho, escolheriam a presa, laçariam a presa e a arrastariam para a balada, onde a noite terminaria. ‘Está ótimo para um primeiro encontro.’

Chegaram ao barzinho mas ele ainda tava um pouco vazio. Pediram apenas refrigerante, pois queria estar bem sóbrias para escolher melhor a presa. Conversaram bastante enquanto o barzinho ia enchendo. Tentou se lembrar por que se distanciara da Cléia, ela era uma ótima companhia. No meio de muita risada teve uma visão bem interessante…

correndo
Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: